Mensagens

A mostrar mensagens de Julho, 2006

Quase luto

Imagem
Acabo de ouvir a pianista Maria João Pires anunciar que vai viver para o Brasil. Com esta decisão chega ao fim o projecto Belgais. Tive a oportunidade de visitar Belgais e conhecer um pouco este projecto em 2003. O que ouvi e vi deixou-me um sentimento de empolgamento como há muito não experimentava. Belgais era um projecto sem paralelo.
Maria João Pires justifica a sua saída do país com os "malefícios" que Portugal lhe estaria causar. Era quase a sua sobreviência física que estava em causa, afirmou.
Agora a pianista vai para S. Salvador da Bahia onde irá criar um novo projecto na linha do que idealizou para Belgais. Esse, entretanto, sem ela por perto, irá certamente definhar e encontrar um fim sem glória. 

É quase um sentimento de luto aquele que experimento neste momento.


Foto: Coro de Belgais actuando no Coimbra Vibra! em 2003

Escute!

Imagem
Escutar não vai curar o mundo, mas pode ajudar...

O ruído é do povo?

Imagem
Há cerca de vinte anos estive  profundamente envolvido na elaboração e implementação do Regulamento Geral sobre o Ruído. Todos nós, os que nos interessamos e lutamos por um ambiente mais equilibrado e, em particular, trabalhamos na área específica da comunicação e da ecologia acústica, nos congratulámos com o surgimento deste Regulamento. Significava um passo importante —susceptível de correções certamente— no sentido de criar uma comunidade mais civilizada em Portugal. Penso que o respeito pelo direito a um ambiente sonoro equilibrado é a bitola para medir o grau de civilidade de uma sociedade.  Na altura, o RGR foi alvo de uma série de críticas que, raramente, tinham algum fundamento ou legitimidade. Lembro-me. em particular, da reacção de um pateta, que mais tarde foi ministro da República Portuguesa, um dos políticos que mais “ruído” —aqui no sentido mais básico do termo, i.e., som sem conteúdo informativo, som incomodativo— consegue gerar. Escrevia a criatura no jornal que então d…